Comida de astronauta: você também vai comer

Comida de astronauta: você também vai comer

Nosso planeta está cada dia mais degradado por nós humanos. Será que precisaremos buscar nossa comida fora da Terra? Quem sabe no futuro comeremos comida de astronauta?

Se continuarmos a degradar recursos como fazemos hoje, o futuro da alimentação estará em risco. Se considerarmos a quantidade de pessoas que morrem de fome todos os anos, podemos dizer até que o presente da alimentação já está em risco. Na verdade, há insegurança alimentar crônica no mundo todo, mas mais pelo desperdício e pelas perdas na cadeia produtiva do que pela falta de espaço para a produção. Ainda assim, não são poucas as iniciativas para descobrir novas formas de alimentar o planeta. A mais recente delas é da NASA e visa, primeiramente, alimentar os astronautas com vegetais frescos plantados no espaço, mas quem sabe, futuramente não será  a nossa esperança também?

alface foi cultivada em uma estufa de LED desenvolvida especialmente para isso. Entretanto, apenas para lembrar, cultivo de vegetais em estufas de LED não é novidade, no Japão isso já é realidade faz pelo menos dez anos. A Holanda também tem feito testes neste sentido.

Comida de astronauta 2

Além do espaço, outras alternativas estão sendo estudadas. A exploração de novos locais de produção já chegou também ao mar, com estufas no fundo do oceano. A start-up italiana Ocean Reef Group é responsável pelo Nemo`s Garden (traduzindo, Jardim do Nemo), que conta com cinco estufas subaquáticas localizada no mar Mediterrâneo, na Itália.

Comida de astronauta 3

Estas são ótimas opções para o desenvolvimento agrícola independente das condições climáticas mas, uma coisa é fato, quantos mais nos esforçarmos por diminuir o impacto ambiental e aumentar o alcance da alimentação no mundo, mais temos todos a ganhar na Terra, no espaço ou no fundo do mar.

Referências: Noctula ChannelWH3SAPO, The Space CollectiveFolha de São PauloHypeness

Post signature_PT

COMMENTS

WORDPRESS: 2
%d blogueiros gostam disto: